11 pessoas que a mãe de recém-nascido detesta

Aviso: O texto é recheado de ironias e exageros. Não é para ser levado a ferro e fogo. =)

1. Os ajudantes que não ajudam. Lembra quando você estava no terceiro trimestre da gravidez e todos os seus amigos próximos e parentes começaram a falar sobre como eles estavam prontos para ajudá-la assim que o bebê nascesse? Bem, o que eles não diziam é que "ajudar" para eles significaria fazer cute cute no bebê enquanto você se arrastava cansada ao redor da casa fazendo as tarefas que você pensou que eles pudessem fazer/ajudar. Tão útil, né? Agora você não precisa se preocupar em passar o tempo com seu precioso bebezinho recém-nascido enquanto ele está de bom humor. Eles vão fazer isso por você! Ah, e também não se preocupe porque eles vão dar-lhe de volta quando ele começar a chorar. 

2. Os visitantes que pensam que estão de férias. Estes são uma espécie pior dos ajudantes que não ajudam. Eles moram longe, não podem esperar para ver o bebê, vão ficar com você e "ajudar". Mas eles também esperarão que você os alimente em um momento em que você mal consegue SE alimentar. Eles não conseguem entender por que você está pedindo-lhes para colocar a roupa na máquina, já que eles estão de férias. E você tem alguma sugestão para programas que podem fazer à noite e voltarem para casa pisando forte e falando às 2 da manhã, quando você finalmente conseguiu dormir?

3. Os amigos que se atrasam. "Meio dia a gente tá passando aí e vai levar o almoço", eles dirão na noite anterior. Você pensa: "Obaaaaaaa, que maravilha!" Agradece e pensa que não precisa aprontar nada nem pedir comida, porque eles disseram que trariam. Às 11h, o neném pega no sono e você pensa: "Não, não vou aproveitar pra dormir, não, porque a galera deve estar chegando já, já." Em seguida, depois que passa de meio dia, você começa a contar o tempo que poderia estar dormindo e sua raiva começa. Por volta das 13h, a combinação de fome e sono já terá elevado sua raiva à enésima potência. Quando o pessoal bate à sua porta, você quase não consegue dar oi, só pensar: "Já roubaram meu sono, agora cadê minha comidaaaaaaaa!?!?!?!"

4. O vizinho que faz obra. Ele não tem culpa de sua licença ter coincidido com o planejamento dele, mas, definitivamente, conviver com quebra-quebra na cabeça em todo horário útil não é nadaaaa agradável. Acorda você, acorda o neném, parece que a obra está dentro da sua casa! Palavra de quem passou pela reforma do apto inteiro da vizinha de cima. Eu queria matá-la mas precisava sorrir quando encontrava.

5. O inventor do Google. Essa é uma outra coisa que você vai pensar que gosta, até te levar à loucura. Quando você chega em casa do hospital, tudo é estranho. Mesmo que seja parto domiciliar não é diferente. Você está sangrando, inchada e dolorida (talvez um pouco mais ou um pouco menos). Tudo o que o bebê faz é estranho e novo. Eles respiram de forma esquisita e aparecem com tudo que é tipo de erupção cutânea que são totalmente normais. No entanto, quando você procurar no seu celular as informações às 4 da manhã, tudo parecerá pior do que é. Respiração estranha e bolinhas na pele? "Meu Deus! Meu bebê tem asma e impetigo!!!". As probabilidades de que esteja tudo bem e você só precisa sair do Google são gigantes.

6. As pessoas doentes que cismam em visitar o neném. Elas aparecem na sua porta com coriza e tosse de cachorro. "Eu estava doente semana passada. Não é contagioso.", elas dizem. Outras vão culpar as alergias. Antes que você possa dizer: "Por favor, você poderia lavar as mãos?", elas já pegaram seu recém-nascido pobre indefeso. Quando espirram, você já pode imaginar os germes escorrendo de sua boca, em sua mão, e lambuzando o rosto da criança, como se você tivesse uma visão raio-x microscópica. É tenso! Preocupar-se com a possibilidade de o bebê ficar doente é a pior coisa. Lidar com um bebê irritadiço enquanto você está doente seria a segunda pior coisa. E a gente fica sem entender por que não podem esperar a melhora para a visita. Enfim...

7. A mãe que pensa que você faz tudo errado. Ela pode ser sua mãe, sua avó, sua tia, sua sogra, sua amiga... não importa. Importa que elas fizeram coisas de forma diferente, e, principalmente, CORRETAMENTE, então, por que você não faz da maneira dela? Arrrrrrgggg.

8. O marido que dorme profundamente. Durante os primeiros meses, a maioria das mães vai acordar até se o filho está respirando de forma diferente. A maioria dos pais, por outro lado, vai dormir tranquilamente, mesmo que o recém-nascido esteja gritando a 5cm da cabeça dele. Às vezes, não há nada que ele possa fazer, especialmente se ele está com fome e você amamentando. Mas você certamente vai ficar com muita raiva do sono profundo, especialmente se no dia seguinte ele reclamar de estar cansado (Do quê? Você nunca saberá).

9. As pessoas que ligam para seu telefone fixo. Em época de mensagens, whatsapp, celular que você pode deixar no silencioso... você se pergunta "por quêêê???" Só pode ser para acordar alguém: você ou seu bebê.

10. As pessoas que tocam a campainha. E sempre no pior momento. E sempre sem avisar. Você acaba de ter a chance de sentar no vaso em paz. Dim Dom!!! Você acaba de entrar no chuveiro pela primeira vez em um dia super quente. Dim Dom!!! Você acabou de colocar uzpeito pra fora pra amamentar. Dim Dom!!! Não dá, minha gente, não dá!!!

11. As pessoas que vão atrás de você amamentando sem serem convidadas quando você quer reservadamente um momento seu e do bebê. O bebê só vai mamar. Não vai te dar chance de interagir, de fazer cute cute, nada. Vai atrás pra quê? Pra irritar a mãe, só pode.

Mas e você? Concorda com algum? Com todos? Com nenhum? Tem algo a acrescentar? =)

*O texto é uma tradução livre minha de um texto da autora americana Allie G, com adaptações para nossa realidade no Brasil.

9 comentários:

  1. Tão ruim qto a campainha é o interfone q toca super alto e não pode ser desligado! "Pega no elevador uma encomenda que chegou pra vc!"... "como, animal? O bebê q vc acabou de acordar num braço e caixa no outro? Dããã..." impossível!

    ResponderExcluir
  2. Pra mim uma das piores foram as visitas no dia que cheguei do hospital. Cansada, desgastada e dolorida de uma laqueadura. Aff
    O bebê dormindo e o povo toda hora pegando como se fosse um boneco.

    ResponderExcluir
  3. Gente que quer te ligar no dia en que vc acabou de ter um parto natural para dar os parabéns....cara, não entendem que a mulher não está afím nem de abrir o olho 😩😩😩 qt mais falar!!! Affff.....

    ResponderExcluir
  4. E aquele tio filho de uma jeca que tira foto do bb sem pedir e ainda com flash! meu fiho tem 1 ano e 1 mes e eu ainda to odiando ele.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Fico feliz quando você comenta!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...