Clube das Mães Imperfeitas

Bem-vinda ao Clube das Mães Imperfeitas. O Clube é para as mães normais como eu que estão cansadas de toda a competição e atitudes de julgamento que vêm de quem não é membro. Tome nota das seguintes regras antes de decidir se associar:

1. Não seja organizada. Não arrume a sua casa antes de outras mães chegarem. Se sua casa é perfeita, você está fora do clube. Se você espera que nossas casas estejam arrumadas antes de você chegar, você está fora também.

2. Trate seus encontros como reuniões. Ao almoçar, tomar um café ou ir a um happy hour com outras mães, não diga às pessoas que você está indo almoçar, tomar um café ou uma bebidinha. Não, você está tendo uma importante reunião. Afinal, você PRECISA dessas reuniões para não surtar. Se você não consegue porque é muito honesta e perfeita pra isso, você está fora do clube.

3. Não critique aos filhos de outra mãe. Eu não me importo se outra mãe está falando mal do seu próprio filho, mas não participe. Ela tem o direito como mãe de criticar a criança. Você não. Basta acenar com a cabeça, dizer a ela que é assim mesmo, que ela é o melhor que pode ser e está fazendo um grande trabalho. Depois, dê um abraço nela e coloque a próxima rodada de suco ou cerveja na mesa.

4. Não exagere nas celebrações das datas comemorativas. Dia dos Namorados? Dia da Bandeira? Dia do índio? Eles não são verdadeiramente feriados. Tudo bem você celebrá-los de forma leve, mas pelo amor do Clube das Mães Imperfeitas, pare de decorar sua casa inteira e fazer alimentos e artesanato conforme a data. Ou se fizer, não mostre, a menos que solicitado. Isso torna a vida das mães sem habilidade manual muito difícil. E aí você terá um pouco de perfeita e precisará ser expulsa. rsrsrs.

5. Não seja voluntária em tudo. Não há problema em fazer a sua parte (e você deve). Mas não seja aquela mãe que consegue fazer absolutamente tudo. Outras mães vão ficar ressentidas e, além disso, você não terá tempo suficiente para as "reuniões".

6. Faça as unhas. Não é APENAS fazer as unhas. A gente sabe o poder que a gente sente quando as unhas estão feitas. Então, é um investimento no seu bem-estar! Chame de dia de aprimoramento, treinamento ou desenvolvimento profissional, senão quem tá de fora não vai entender, mas faça! (Gente, no exato momento em que escrevo o texto, tô digitando com as unhas sem fazer e que nervosoooo).

7. Atualize suas companheiras associadas nas experiências sobre assuntos difíceis. Você acabou de falar com seus filhos sobre sexo? Revelou o segredo por trás do Papai Noel e da Fada dos Dentes? Diga às outras mães qual foi a reação do seu filho e ajude prepará-las quando chegar a vez do filho dela. Claro que tudo isso estamos tratando no caso de encontrar boa recepção da outra parte. Muitas vezes, a mãe do filho que ainda está desfraldando, não quer ouvir sobre a experiência de receber a namorada pra dormir em casa. rsrsrsrs

8. Não nos inclua nas obrigações ligadas à sua maternidade. Claro, nós vamos tomar conta do filho uma da outra de vez em quando, mas não nos convidem pro recital do seu filho, evento esportivo, dança, torneio de xadrez, concurso de ortografia, etc. Isso aí cabe a você, amiga imperfeita. A gente já tem os eventos dos nossos. (Claro que tem aquele sobrinho ou afilhado com quem a gente vai adorar ir, mas no geral...)

9. Não faça nenhum julgamento ou dê conselhos que não sejam solicitados. Você tem opiniões fortes sobre mamadeira vs. amamentação? Quando e como desfraldar? Cama compartilhada? Trabalhar ou não fora? Parto? Mantenha-as para si mesma. Todas nós fazemos o que podemos fazer na luta e correria diária que é a maternidade. A menos que alguém peça especificamente seu conselho, aquele que te dá licença pro pitaco, melhor manter a boca fechada.

10. Não faça outros membros se sentirem mal. Se você fizer qualquer uma dessas coisas numa frequência grande, é melhor não mencioná-la na nossa frente e muito menos de nossos cônjuges: sexo, incluindo o oral, refeições caseiras, organização da casa, ou qualquer coisa claramente doméstica. Sério, guarde para você, amiga imperfeita. Não vá causar mal estar à toa.

E então? Você acha que pode lidar com isso? O início vai ser duro, difícil, e a pressão das mães perfeitinhas (aham!) para que você quebre as regras vai ser intensa. Mas persista! Nós vamos adorar ter você no clube das mães imperfeitas! hahahaha

Adaptado de http://www.foxywinepocket.com/2014/08/14/10-rules-of-mom-club/

0 comentários:

Fico feliz quando você comenta!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...